© 2020 DEOLINDA AGUIAR

    Sobre coisas que não existem de fato (2018),

     

    Sobre coisas que não existem de fato é composto por escrita não legível e uma luminária preta fixada na parede. A peça tem seu foco de luz direcionado sobre uma escrita que não se consegue ler (escrita assêmica). Ao selecionar e iluminar uma palavra, chamamos a atenção para a importância de deter-minado assunto. Paradoxalmente trata-se de algo não legível, não compreensível. Trata-se de uma distorção na comunicação