Felicidade (2019)

Felicidade, é o ajuntamento de todas as folhas do livro cujas páginas foram destacadas. O trabalho se inicia com o livro sendo desmanchado, separando-se todas as folhas. Em um segundo momento, os textos existentes nas páginas são encobertos com tinta acrílica preta, permitindo que apenas algumas frases se mantenham expostas. Tais frases como: “sinais, quero crer, aí estão”, “algo surdo e obstinado resiste”, “você compra, embrulha e leva para casa”, quando isoladas, se desconectam do texto original, produzindo novas reflexões sobre questões existenciais, relacionadas ao modo de viver e de estar da sociedade na contemporaneidade.

A obra Felicidade, (mesmo título do livro utilizado), discute a forma superficial e ilusória com que o estado de felicidade é abordado nas redes sociais. Trata-se, portanto, de pensar o uso da imagem de felicidade como poder.

O trabalho é apresentado na parede, em forma de nuvem, com a numeração das páginas desordenadas, evidenciando sua própria condição efêmera.

  • Facebook
  • Instagram

© 2020 DEOLINDA AGUIAR